Como utilizar as redes sociais para impulsionar a sua loja online?

15 Jan,2020

1. Escolher as redes sociais adequadas

Não procure estar presente em todas as frentes, pois isso pode gerar um trabalho desnecessário e improdutivo. Inicialmente, deverá analisar as características de cada rede social e perceber em qual delas o perfil da sua loja e do seu público se enquadra.
Por exemplo, se trabalha num e-commerce que vende suplementos fit e naturais, certamente que o LinkedIn, rede social de uso estritamente profissional, não será a mais adequada para promover os seus produtos e conteúdos. No entanto, o Facebook e o Instagram já poderão ser alternativas mais viáveis para atrair o seu público-alvo.

2. Definir uma persona e ajustar a linguagem


Para a sua estratégia de marketing é importante definir uma “persona”, isto é, traçar o perfil do seu público-alvo. Através da sua definição, conseguirá facilmente escolher as plataformas de atuação, a linguagem dos posts, os tipos de publicações, os temas e até os melhores horários de postagem, entre outros. A sua persona será o seu guia na hora de estipular a sua estratégia de presença nas redes sociais.

3. Relacionar com o público

É importante não esquecer que nos referimos a redes sociais, onde as pessoas procuram conversar, estar a par das novidades, consumir conteúdo interessante, etc. Portanto, construa relacionamentos sólidos com os seus seguidores. Procure publicar posts que criem engagment, que eduquem, divirtam ou que agreguem qualquer outro tipo de valor interessante para o seu público.
Apesar das vendas serem o grande objetivo da maior parte das estratégias de marketing, não nos podemos esquecer que o crecente uso das redes sociais advêm também da necessidade de nos sentirmos ligados uns aos outros e de estarmos sempre a par do que nos rodeia. Efetuar compras pelas redes sociais é também já uma tendência em crescimento no e-commerce (link), no entanto é fundamental lembrar que as redes sociais são canais úteis para despoltar o interesse na compra e para estabelecer relações com os potenciais clientes.


4. Estar atualizado

No mundo digital, a informação é disponibilizada de tal forma rápida que estar atualizado pode, de facto, parecer um desafio. No entanto, e apesar de ser importante dispôr de conteúdo não tão suscetível ao factor tempo, é fundamental estar a par do que está a acontecer , qual o assunto do dia, o que é que o seu público anda a comentar, etc. Ao fazê-lo poderá ser o primeiro a falar sobre o assunto e a dar em primeira mão informação relevante para o seu público. Perceberá também qual a notícia bombástica que acaba de ser lançada ou o evento/lançamento mais aguardado, algo que seja do interesse comum da maior parte dos utilizadores. Aproveite o frenesim em torno desse tema e crie conteúdos ou ofertas temáticas. Tente criar uma ligação entre um tema popular e a sua loja online e verá que o alcance será maior.

5. Agendar publicações



A presença nas redes sociais implica que estas sejam alimentadas constantemente. Não basta criar um perfil no Facebook, é preciso criar contéudo e investir na sua presença nas redes sociais. Por isso, é importante estruturar uma agenda com os conteúdos a publicar mensalmente em todas elas. Mais do que isso, é fundamental criar conteúdo não suscetível ao factor tempo, isto é, criar posts que façam sentido publicar em qualquer altura. Desta forma, em períodos de maior trabalho, terá já conteúdo previamente elaborado e pronto a ser partilhado. Aliás, poderá até fazê-lo de forma automática. Por exemplo, no Facebook é possível fazer um calendário de postagens e colocá-las a serem partilhadas automaticamente em X dia e a X horas.


6. Parcerias com influenciadores digitais

O marketing de influenciadores é um aspeto crescente e um canal útil para fazer chegar determinado produto a um público. Aposte em parcerias com agentes de influência online (bloggers, youtubers, instagrammers) e dessa forma irá aumentar o reconhecimento da sua marca. Para tal, convém que seja feita inicialmente alguma pesquisa. Procure pelo influenciador certo, procure saber que público atrai e se o seu conteúdo se relaciona com o produto/serviço que quer oferecer. A campanha do influenciador deve estar alinhada com a estratégia e a imagem de conteúdo maior da sua empresa. Além disso, deve também perceber qual o canal mais adequado, uma vez que diferentes plataformas de media social atraem diferentes perfis.

7. Investir em plataformas de anúncios



As plataformas de anúncios nas redes sociais são importantes para potencializar as ações de comunicação nessas redes e , dessa forma, escalar resultados. Mais uma vez, a regra de ouro é ter em conta as particularidades de cada rede e não fazer anúncios genéricos para todas elas, uma vez que o perfil do público é diferente bem como a linguagem que deve ser adotada. Inicialmente, é essencial que se definam bem os objetivos para determinada campanha. O que pretende? Conversões, consciencializar ou trabalhar a consideração do público? Posto isto, estruture o anúncio e decida onde vai publicá-lo. Lembre-se que a segmentação da audiência é um fator muito importante, uma vez que quanto mais segmentada estiver maior será o alcance entre o público que realmente lhe interessa.

LEIA TAMBÉM: Porque deve apostar nas redes sociais?